Ações Preferenciais

A

O que são ações preferenciais?

As ações preferenciais (PN) são um tipo de ação que oferece ao seu proprietário a prioridade no recebimento de dividendos e, em caso de falência ou ruptura da empresa, no reembolso de capital.

Esses benefícios podem ser acumulados pelo detentor da ação preferencial.

Ao contrário das ações ordinárias, as ações preferenciais não oferecem o benefício do voto nas assembleias da empresa, ou seja, não dá o direito de participação nas decisões da companhia.

Mesmo assim, essa classe de papéis relacionadas ao recebimento de lucros da companhia é bastante popular no mercado financeiro brasileiro.

No entanto, é fundamental entender os conceitos de dividendo obrigatório, mínimo e fixo antes de optar por esse tipo de ação.

Tipos de Dividendos

O Dividendo Obrigatório é o percentual mínimo de distribuição de lucros entre acionistas ON e PN (de acordo com a Lei das S.A.), que precisa ser 25% do lucro líquido da companhia.

Após o cálculo do percentual mínimo, é verificada uma parcela fixa (Dividendo Fixo) ou mínima (Dividendo Mínimo) devida ao acionista preferencialista. Com isso, é possível encontrar a proporção do dividendo obrigatório a ser distribuída entre os dois tipos de ações (ON e PN).

É importante destacar que a ação preferencial com dividendo fixo não participa dos lucros que excederem sua parcela fixa, que ficam com os acionistas ordinários. Enquanto isso, a ação preferencial com dividendo mínimo recebe o percentual estipulado e pode participar dos lucros remanescentes após o recebimento pelas ações ordinárias.

Como identificar uma ação preferencial?

As ações preferenciais podem ser identificadas pelos números 4, 5 e 6 no final de seu código (ticker)

Um exemplo é a ITUB4, a ação preferencial do Banco Itaú. Para comprar ou vender essa classe de ações, basta entrar no home broker de uma corretora de valores e executar suas ordens.

Vale lembrar que nem todas as empresas possuem ações preferenciais. É o caso de companhias listadas no Novo Mercado ou Bovespa Mais, que emitem apenas ações ordinárias.

Vantagens das ações preferenciais

Existem algumas vantagens das ações preferenciais como a garantia ao investidor a inclusão nas ofertas públicas de aquisição (OPAs) e também o recebimento de proventos superior aos distribuídos aos acionistas ordinários. No entanto, quando se fala nas vantagens oferecidas por essa classe de ativos em relação à de ações ON, o direito de ao menos 10% a mais de dividendos por ação se destaca.

Isso significa que, caso uma empresa decida distribuir R$2 em lucro por ação ordinária, o investidor com ações preferenciais receberá, no mínimo, R$2,20 por ação. As ações PN também possuem uma maior liquidez, o que faz com que elas sejam mais fáceis de vender ou comprar.

Desvantagens das ações preferenciais

Também existem algumas desvantagens das ações preferenciais. Por proporcionarem um maior recebimento de dividendos, as ações preferenciais podem ser negociadas com um pequeno prêmio em relação as ações ordinárias.

Além disso, os investidores dessa classe não têm influência em decisões relevantes sobre a empresa. Sendo assim, eles apenas se beneficiam com os lucros e são afetados pelos prejuízos resultantes por acordos feitos entre os acionistas ordinários.

De qualquer forma, essa característica não significa que as ações preferenciais não são vantajosas, já que cada investidor possui diferentes objetivos ao investir em uma empresa.

Foi possível saber mais sobre as ações preferenciais? Deixe suas dúvidas nos comentários abaixo.

1 comentário