Ações Ordinárias

A

O que são ações ordinárias?

As ações ordinárias (ON) são uma classe de ações que conferem o direito de voto em assembleias gerais de acionistas.

Além disso, as ações ordinárias oferecem uma proteção para sócios minoritários, denominada Tag Along. Essa proteção confere o direito aos sócios ordinários de, em caso de mudança no controle gerencial da empresa, venderem suas ações para o controlador.

As ações ordinárias não oferecem o direito preferencial no recebimento de dividendos, que as a  ações preferenciais (PN) garantem. Porém, assim como as ações PN, elas representam uma parcela do capital social de uma empresa. No entanto, apenas as ações ordinárias conferem influência nas decisões da companhia.

Daí vem a origem do termo “ordinárias”, uma derivação da palavra “ordem”.

Como identificar uma ação ordinária?

As ações ordinárias apresentam sempre o número 3 ao final do seu código de identificação (ticker). Um exemplo disso é o ticker ITSA3,que representa as ações ordinárias da holding Itaúsa.

Para comprar ações ordinárias de uma empresa de capital aberto, basta utilizar o home broker de uma corretora de valores e efetuar a ordem de compra ou entrar em contato com a mesa de operações.

Estas ações são introduzidas no mercado através de um processo denominado Initial Public Offering (IPO), em português Oferta Pública Inicial, em que a empresa abre seu capital na bolsa de valores.

Vantagens das ações ordinárias

Existem algumas vantagens das ações ordinárias. A principal delas é o direito a voto. Isso acontece, pois as decisões que uma empresa toma são diretamente responsáveis pelo seu sucesso ou fracasso ao longo do tempo.

No caso de um acionista ordinarista, é concedida uma certa influência, mesmo que pequena, sobre os rumos de uma companhia.

Assim, ele não só se beneficia ou se afeta com o resultado das decisões, mas participa delas. De acordo com a Lei das Sociedades Anônimas, quem detém ações ordinárias não é responsável pelas dívidas da empresa e, em caso de venda ou ruptura da empresa, possui o direito de receber ao menos 80% do valor investido.

Desvantagens das ações ordinárias

Também existem algumas desvantagens das ações ordinárias. Enquanto os acionistas preferenciais possuem prioridade no recebimento de dividendos e juros sobre capital próprio, os ordinaristas não contam com esse benefício.

Uma característica das ações PN também pode representar uma desvantagem comparativa para o investidor ordinarista, já que a classe preferencial possui a garantia de recebimento 10% maior de dividendos.

Nesse caso, supondo que uma empresa fosse distribuir R$2 em dividendos por ação, um investidor preferencial receberia, no mínimo, R$2,20 por ação que possui. Além disso, as ações ON possuem menor liquidez em comparação as PN, o que pode ser uma desvantagem para o pequeno investidor, caso ele queira vender as ações.

Outro ponto negativo é que, caso de liquidação da empresa, quem possui uma ação ordinária fica por último no recebimento de restituições.

De qualquer forma, isso não significa que as ações ordinárias não devem ser escolhidas. Isso porque diversos fatores, como a realidade e perspectiva financeira da empresa, além dos objetivos do investidor, devem ser levados em conta.

Foi possível saber mais sobre as ações ordinárias? Deixe suas dúvidas nos comentários abaixo.

Adicione Comentários