Receita Líquida

R

O que é Receita Líquida?

A Receita Líquida pode ser traduzida como a quantidade de capital gerado pela empresa ao realizar suas operações após a subtração da receita bruta pela dedução de impostos, descontos concedidos e devoluções.

Na receita líquida, as deduções referem-se aos impostos que são cobrados sobre as vendas, como o PIS (Programa de Integração Social), COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social), ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados).

Entretanto, para as empresas que optam pelo sistema não-cumulativo é possível excluir os créditos do PIS e COFINS da base de cálculo do Imposto de Renda (IR). Assim, o resultado da receita líquida pode oferecer aos analistas informações sobre a situação financeira de uma empresa, além de fornecer dados importantes sobre o caixa da organização.

Portanto, a receita líquida fornece noções que possibilitam a descoberta de quanto a organização está ganhando, ou seja, quanto de capital realmente fica no caixa da empresa.

Como interpretar a Receita Líquida ?

A receita líquida é geralmente utilizada para verificar o valor total que entra para o caixa da organização. Assim, a receita líquida pode ser interpretada como um valor “limpo”, dado que, seu resultado surge após as deduções necessárias, expondo, dessa maneira, apenas o valor em caixa.

Diferente da receita bruta, que exibe o quantitativo de dinheiro que está entrando na organização. Desse modo, os valores disponibilizados pela receita líquida poderão ser utilizados para gerar relatórios empresariais, como também, para análises de investidores.

Sendo assim, através desse número será possível interpretar e conhecer a evolução da organização, além da qualidade da gestão da empresa, exibindo assim, se a empresa possui um desenvolvimento saudável mediante as decisões executivas.

Como calcular a Receita Líquida?

A receita líquida é calculada mediante a subtração da Receita Bruta por algumas deduções como, cancelamentos, despesas ou impostos nas vendas. Como observa-se na seguinte equação:

  • Receita Líquida = Receita Bruta – Deduções

Lembrando que, essas informações podem ser obtidas no Demonstrativo do Resultado do Exercício (DRE), que está localizado, geralmente, no site de relação com os investidores.

Exemplos de Receita Líquida

A receita líquida é um indicador usado recorrentemente para verificar o valor gerado pela empresa em suas operações, como também, é usado para descobrir quanto a organização possui em caixa.

Assim, caso uma empresa possua uma Receita Bruta de 200 mil reais e detenha deduções no valor de 15 mil em devoluções, 10 mil em descontos e 20 mil de impostos sobre vendas.

  • Receita Líquida = 200mil – 15 mil – 10 mil – 20 mil
  • Receita Líquida = 155mil

Limitações da Receita Líquida

A receita líquida é um importante indicador para mensurar a situação econômica e financeira de uma organização.

Entretanto, a receita líquida possui limitações, por esse motivo, recomenda-se a análise da receita líquida, em conjunto, com outros valores, como o EBIT, EBITDA e Lucro Líquido.

Dado que, mediante a utilização de indicadores variados, será possível realizar uma análise mais segura e prudente. Portanto, além da receita líquida, é importante conhecer outros números da empresa.

Foi possível saber mais sobre Receita Líquida? Deixe suas dúvidas nos comentários.

Adicione Comentários