Margem EBITDA

M

O que é Margem EBITDA?

A Margem EBITDA  é a abreviação de Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization, ou seja, Lucro Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização (LAJIDA).

O indicador caracteriza a capacidade operacional de caixa das empresas, ou seja, a Margem EBITDA representa a aptidão da companhia em gerir recursos mediante as atividades operacionais. Além disso, o indicador não considera os impostos e os efeitos financeiros.

Dessa forma, a Margem EBITDA auxilia analistas na compreensão financeira de empresas, visto que, o indicador evidencia se os ativos operacionais da companhia, estão gerando caixa.

Como interpretar a Margem EBITDA?

A Margem EBITDA representa os ganhos da companhia, baseados apenas em atividades operacionais. Esse indicador expõe de forma relativa, a margem de lucro das empresas.

Assim, a interpretação da Margem EBITDA possibilita que os analistas efetuem comparativos entre empresas de diferentes magnitudes, mas de modelos de negócios centrados no mesmo segmento.

Entretanto, para uma interpretação mais efetiva, é importante comparar o resultado da Margem EBITDA do período, com o de outros anos. Visto que, essa forma de utilização proporciona que os avanços das empresas possam ser verificados historicamente.

Dessa forma, executar comparações em diferentes períodos, permite verificar se os resultados operacionais da companhia estão evoluindo ao longo do tempo, proporcionando uma melhor interpretação e utilização da margem.

Como calcular a Margem EBITDA?

A Margem EBITDA de uma companhia poderá ser verificada mediante a divisão do EBITDA pela receita líquida, por meio da seguinte fórmula:

  • Margem EBITDA = EBITDA/ receita líquida X 100

Para que o resultado da operação seja expressado através da porcentagem, posteriormente, o resultado da divisão entre a EBITDA  e a receita líquida, deverá ser multiplicado por 100.

Exemplo de utilização da Margem EBITDA

A Margem EBITDA possibilita que os analistas verifiquem a eficiência operacional das empresas. Por exemplo, uma empresa possui os seguintes resultados durante um período específico:

Assim, para achar a Margem EBITDA deve-se dividir os resultados acima:

Margem EBITDA: 490.000 ÷ 1.500.000

Margem EBITDA: 0,3266

Logo após, a multiplicação por 100, poderá ser realizada, assim, a Margem EBITDA da empresa é de 32,66%.

Limitações da Margem EBITDA

A Margem EBITDA é um indicador importante para mensurar a capacidade operacional de caixa das empresas, entretanto, ela não deve ser observada sozinha. Desse modo, é válida a utilização de outros indicadores para que a análise seja efetiva.

Visto que, algumas companhias utilizam esse indicador de maneira enganosa, objetivando apresentar um aumento na otimização dos resultados da companhia.

Assim, empresas endividadas não possuem recomendações para serem analisadas através apenas da Margem EBITDA, dado que, os proventos de juros são retirados do cálculo desse indicador financeiro. Visto que, essas retiradas devem ser realizadas para que o resultado operacional da empresa seja utilizado de forma pura.

Desse modo, a Margem EBITDA deve ser analisada em conjunto a outros indicadores financeiros, para que o analista financeiro obtenha uma visão mais concreta sobre os desempenhos da empresa.

Foi possível saber mais sobre Margem EBITDA através da leitura deste artigo? Deixe sua dúvida ou sugestão no comentário no espaço abaixo.

Adicione Comentários