CAPEX

C

O que é CAPEX?

CAPEX é a abreviação para resumir um termo bastante usado dentro da área de finanças: Capital Expenditure, ou Despesas de Capitais, em português.

O CAPEX representa a quantidade de recursos destinados a investimentos em bens de capital de uma companhia, como:

● Compras de Equipamentos;
● Troca de veículos;
● Instalações.

Em geral, o CAPEX está ligado às aquisições com o objetivo de melhorar a qualidade dos produtos ou serviços comercializados pela empresa.

Para que serve o CAPEX?

É comum que decisões ligadas à questões financeiras dentro de uma empresa exijam bastante cautela. A compra de um equipamento mais caro, por exemplo, precisa ser uma garantia de que ele irá durar por mais tempo ou fazer seu trabalho mais rápido.

Nesse sentido, ter um termo que agrupa todos os aportes realizados na aquisição de bens de valor contribui para a análise do resultados desses investimentos. Com uma boa avaliação do CAPEX, é possível que tanto investidores quanto empresários avaliem o tempo médio que uma companhia necessita para recuperar sua aplicação e começar a lucrar.

Sendo assim, o CAPEX pode ser utilizado em uma análise comparativa entre os resultados de duas empresas de um mesmo setor. Além disso, através dele os gestores conseguem avaliar a eficiência de suas estratégias e otimizarem seus resultados.

Como avaliar o CAPEX de uma companhia?

Cada setor do mercado possui suas próprias características e necessidades de investimento. Por conta disso, dependendo do segmento, o volume de CAPEX pode variar bastante entre empresas.

Enquanto algumas conseguem se desenvolver sem grandes investimentos, outras necessitam uma despesa muito maior de capitais. Portanto, um CAPEX só pode ser positivo quando baseado no resultado de empresas de um mesmo segmento de atuação.

É importante destacar que uma análise de despesas de capitais vai muito além do nível de investimentos. Com o uso de outros indicadores junto ao CAPEX, é possível identificar algo ainda mais relevante para o futuro da empresa: seu gerenciamento de risco.

Como calcular o CAPEX?

O cálculo do CAPEX considera apenas os aportes com a aquisição de bens, e não os relacionados à manutenção.

O objetivo deve ser encontrar a variação de ativos e passivos dentro de um certo período de tempo.

A fórmula do CAPEX é a seguinte:

CAPEX = Variação do Ativo Imobilizado (Ativos atuais – Ativos passados) + Depreciação

Diferença entre CAPEX e OPEX

Apesar de serem termos parecidos, o CAPEX e OPEX representam indicadores distintos sobre as finanças de uma empresa. O CAPEX representa os recursos utilizados na aquisição de bens de valor que, em certo período, deverão oferecer retorno sobre o investimento.

Nesse caso, a aplicação é empregada nas operações empresariais, já considerando a depreciação. Já o OPEX, ou Operational Expenditure, se refere às despesas operacionais de um negócio.

Nele, são levados em conta os pagamentos relativos à atividade de gestão empresarial e comercialização de produtos e serviços. Diferente do que acontece com o CAPEX, os custos do OPEX se relacionam à manutenção de equipamentos.

Além disso, consideram o gasto de consumíveis e outras despesas operacionais que perduram ao longo do tempo, como:

● Manutenção e reparos;
● Seguros;
● Taxas de licença;
● Publicidade e marketing;
● Despesas do escritório;
● Gastos com veículos, viagens e matérias-primas;
● Folha de pagamento.

Portanto, a compra de um bem é uma despesa de capital e, por exemplo, o aluguel desse mesmo bem é uma despesa operacional.

Como definir se uma despesa é CAPEX ou OPEX?

A definição de uma despesa em CAPEX ou OPEX é um pouco subjetiva, mesmo após entender a diferença entre cada um deles.

Por conta disso, nada melhor do que um exemplo aplicado em uma situação empresarial:

Digamos que uma empresa de design gráfico possui um determinado projeto com prazos bem definidos e boa expectativa de retorno.

Para que ele seja colocado em prática, o maior custo é referente à aquisição de novos computadores mais potentes, que são despesas de bens de capital.

Além disso, será necessário fechar uma parceria com uma empresa para a manutenção dos aparelhos com desconto quando necessário.

E também, adquirir uma assinatura empresarial do programa exigido para o trabalho nos computadores.

Nesse caso, existem duas despesas operacionais, já que são variáveis, constantes, mas não depreciáveis.

Indicadores relacionados ao CAPEX

Existem 3 indicadores relacionados a empresas que utilizam o CAPEX.

CAPEX / Depreciação e Amortização

Esse indicador serve para comparar os investimentos com bens de capital com as suas depreciações e amortizações.

Se o também chamado CAPEX / D&A for maior que 1, significa que a empresa investe mais que sua própria amortização e depreciação de ativos. Ou seja, está em expansão, adquirindo um bom volume de novos ativos.

Um resultado igual a 1 representa que a companhia apenas repõe o valor da depreciação dos seus ativos, se demonstrando estável. Consequentemente, um resultado menor que 1 demonstra uma retração empresarial, pois o negócio gasta menos do que a depreciação de seus ativos.

Fluxo de Caixa Livre – CAPEX

O FCL – CAPEX demonstra se a empresa está gastando mais dinheiro do que ela gerou dentro de um certo período. Por subtrair o resultado do CAPEX do seu Fluxo de Caixa Livre, se o cálculo for positivo, significa que a companhia gasta menos do que ganha.

Portanto, retém uma parte de seus lucros obtidos.

Já um resultado negativo mostra que a empresa gasta mais do que ganha, precisando se endividar para arcar com seus custos mensais. Vale lembrar, no entanto, que isso não é necessariamente ruim, já que empresas em expansão tendem a apresentar um resultado negativo desse indicador.

O problema, nesse caso, é se essa realidade financeira durar por muito tempo.

CAPEX / Fluxo de Caixa Operacional

Esse indicador identifica o percentual do Fluxo de Caixa que a empresa utiliza em CAPEX.

Quando maior que 100%, indica que existem gastos maiores do que o que ela gera em suas operações.

Quando menor que 100%, demonstra que há um maior equilíbrio financeiro relacionado ao CAPEX.

Limitações do CAPEX

Por ser relacionado aos investimentos em bens de valor de uma empresa, o CAPEX considera apenas os ativos imobilizados. Por conta disso, um ponto negativo desse indicador é o seu custo de oportunidade do capital investido, que pode exigir uma velocidade de retorno nem sempre possível.

Em comparação com o OPEX, ele representa um impacto maior com encargos financeiros. Isso porque sua dedução precisa estar de acordo com as taxas estabelecidas na legislação de impostos sobre o resultado, enquanto a do OPEX não.

Outra desvantagem em relação ao CAPEX é uma tendência maior de aumento de custos, já que a compra de novas máquinas ou equipamentos, por exemplo, demanda um aumento de espaço físico, contratação de novos funcionários etc.

Em alguns casos, terceirizar uma produção ou buscar parcerias pode ser mais vantajoso para o caixa da empresa do que o que ocorre pelo CAPEX.

Foi possível entender mais sobre CAPEX? Deixe suas dúvidas nos comentários.

Adicione Comentários