Ativo Circulante

A

O que é Ativo Circulante?

O termo Ativo Circulante representa o conjunto de ativos de uma empresa que podem ser consumidos, utilizados, vendidos ou se esgotar através de negociações. Representando bens e direitos com alta liquidez, ou seja, conversíveis em dinheiro no curto prazo, o AC aparece no início do Balanço Patrimonial de uma companhia.

É importante destacar que, ao final do exercício seguinte do negócio, o Ativo Circulante irá compor o Capital Circulante Líquido (CCL).

Composição do Ativo Circulante

O Ativo Circulante de uma empresa é composto por diversas categorias contábeis, como:

Caixa

O caixa da empresa é o valor em dinheiro que ela possui disponível  para a utilização. Como tem bastante liquidez, pode ser usada para pagamentos ou recebimentos.

Sua finalidade também é obter recursos para compras no cartão ou vendas com recebimento parcelado no banco, além de empréstimos.

Aplicações Financeiras

As aplicações financeiras são aos investimentos que a empresa possui . No entanto, incluem aqueles investimentos que podem ser resgatados no curto prazo, como: ações, fundos de investimento e títulos públicos.

Depósitos à vista

A conta de Depósitos à vista são valores depositados na conta da empresa em cheque ou dinheiro com liquidação no curto prazo.

Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa

Está ligada às vendas a prazo ou fornecimento de crédito onde existe risco de não recebimento do valor completo pelo cliente. Nesse caso, a provisão para créditos de liquidação duvidosa é uma conta redutora, ligada aos pagamentos que ela estipula não receber.

Contas a Receber

Como o nome já indica, as contas a receber indicam o valor de vendas realizado pela empresa que ainda não foi recebido. Nessa conta, estão incluídos cheques, cartão ou compras parceladas no curto prazo.

Títulos a Receber

Os títulos a receber representam as notas promissórias que a empresa recebe. Dessa forma, estão incluídos valores renegociados ou com prazo de pagamento alongado por definição entre a empresa e o cliente. Além disso, são levados em conta: empréstimos a terceiros e vendas não ligadas à atividade principal da empresa, como de investimentos, imóveis e equipamentos.

Adiantamento de Fornecedores

Indica os valores repassados previamente a fornecedores de matéria-prima. Essa conta é ajustada no momento de efetivação do recebimento, quando é feito o registro do custo total da empresa na conta de Estoques.

Ou, em caso de saldo restante a pagar, na conta de Fornecedores dentro do passivo circulante.

Estoque

Se refere aos produtos que a empresa possui armazenados e disponíveis para a venda, registrando os valores correspondentes na data do fechamento do balanço.

Como interpretar o Ativo Circulante?

O Ativo Circulante é relevante para a empresa por possibilitar a utilização dos seus valores em operações diárias. Para os investidores, ele indica o quanto de dinheiro está disponível para a companhia em caso de urgência.

Ou seja, se ela está preparada financeiramente para não prejudicar outras áreas financeiras em situações inesperadas ou corriqueiras. Basta imaginar que, se uma empresa deve uma certa quantia, mas o seu Capital Circulante Líquido (Ativo Circulante – Passivo Circulante) é menor que ela, ela precisará se endividar.

Portanto, quando o Ativo Circulante de uma companhia ultrapassa o seu Passivo Circulante, existe uma indicação positiva de quitação de dívidas no curto prazo. Quanto mais distante o AC do PC, melhor para a saúde financeira do negócio.

Como calcular o Ativo Circulante?

Para fazer o cálculo do Ativo Circulante, basta utilizar a seguinte fórmula:

AC = Disponibilidades + Contas a Receber + Estoque

Sendo assim, é importante somar não só o dinheiro disponível, mas seus equivalentes, além do inventário, recebíveis, títulos negociáveis, despesas antecipadas e outros ativos líquidos. Vale lembrar que todos esses valores estão disponíveis no Balanço Patrimonial das companhias.

Foi possível saber mais sobre Ativo Circulante ? Deixe suas dúvidas nos comentários.

 

2 comentários