CDI HOJE (últ. 12m)

12,316 %
Abril, 2024 0,887%
Acumulado do Ano 3,53 %
2024
CDI - Abril 0,89 %
Abril, 2024

Qual o valor do CDI Hoje?

O CDI hoje registra uma taxa de 12,316% ao ano. No CDI acumulado de 2024, esse índice atingiu 3,532%, enquanto em 2023 alcançou 13,039%.

O que é CDI?

O Certificado de Depósito Interbancário (CDI) é um título financeiro expedido e negociado entre as instituições financeiras, ou seja, interbancárias.

Surgiu na década de 80 e foi criado pelo Banco Central (BACEN), objetivando manter o equilíbrio do sistema financeiro. Dado que, antes do CDI era recorrente e comum a falência de bancos de forma repentina. Dessa forma, o papel funciona como um modelo de empréstimo realizado entre as instituições. Além de ser utilizado no cálculo da taxa DI, recorrentemente utilizada como referência para que o cálculo da rentabilidade de títulos variados seja executado. Ressaltando que a negociação do CDI é efetuada entre as instituições financeiras, desse modo, as organizações que possuem mais capitais, efetuam um empréstimo para as que mais estão precisando. Dado que, essas negociações interbancárias são necessárias devido a Regra Basileia, que proíbe que as instituições financeiras finalizem o dia com a receita negativa no caixa. Sendo assim, caso um determinado banco termine o dia com mais saques do que depósitos, será necessário pegar capital emprestado de outra instituição para deixar o caixa positivo. Logo, foi criado um padrão entre os bancos, permitindo que os empréstimos sejam automatizados, facilitando o processo do empréstimo.

Valor do CDI

Tabela do CDI

Ano/Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Acumulado

Como funciona o CDI?

Recorrentemente, instituições financeiras precisam solicitar um empréstimo de capital a outro banco. Dessa forma, no empréstimo entre as instituições bancárias é executada uma taxa de juros. Sendo assim, quando a instituição financeira que solicitou o empréstimo possui o prazo de 24h para devolver o capital, a concessão é efetuada através da emissão do Certificado de Depósito Interbancário (CDI). Dessa forma, o Certificado de Depósito Interbancário é realizado entre ambas instituições financeiras que utilizam o open market para realizar a transação financeira que, geralmente, acontecem durante o período noturno (overnight). Além do mais, o CDI é integrado a Central de Custódia e Liquidação Financeira de Títulos Privados (CETIP). Dessa forma, o órgão apura diariamente a média entre as taxas de juros decorrentes dos empréstimos, mediante os CDIs registrados. Logo, por meio do resultado da apuração obtém-se a taxa DI, utilizada para realizar o cálculo da rentabilidade de outros títulos financeiros.

Como o CDI é calculado?

O Certificado de Depósito Interbancário, ou simplesmente CDI, é calculado por meio das operações computadas pela CETIP diariamente. Sendo assim, o cálculo do CDI mensal é realizado através da média das taxas diárias do CDI. Sendo assim, será possível obter uma média ponderada, no qual a porcentagem torna-se a referência diária do CDI. Lembrando que, o CDI sofre variações diariamente. Logo, recomenda-se que o cálculo da média sirva como base de referência. Dado que, é recomendado verificar o valor divulgado de forma diária pela Central de Custódia e Liquidação Financeira de Títulos Privados (CETIP), quando comparado a execução do cálculo.

Como investir no CDI?

De início, é importante ressaltar que os investidores não realizam aportes diretamente no CDI, mas em produtos que são referenciados com a taxa DI. Sendo assim, os CDIs só circulam entre os bancos, logo, para investir não será possível ter um CDI, entretanto, pode-se realizar investimentos baseados na taxa DI, como exemplo tem-se o CDB. Dessa maneira, existe uma oferta variada de opções relacionadas aos títulos de renda fixa e fundos de investimentos.

Quais investimentos são atrelados ao CDI?

O CDI é o indicador de referência utilizado, geralmente, para a maioria das aplicações de renda fixa. Dentre os principais investimentos atrelados ao CDI, estão: Certificado de Depósito Bancário (CDB), Letra de Crédito Imobiliário (LCI), Letra de Crédito do Agronegócio (LCA), Letra de Câmbio (LC) e Debêntures.